quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Poemas de Letícia Martinez


Seria um perigo
dizer pra todos
que enchi meus balões
com o gás toxico
Seria um perigo
dizer a vocês
que me acostumo
sem perder uma vez
Seria um perigo
dizer a você
que esvaziei o peito
lotei a piscina de água
totalmente
salgada.

 
*
 
As palavras elas comem
comem os pensamentos
perturbando, fazendo com o que
a dica que me deram
seja impossível
o que é realmente o silêncio?
ele está bem suspenso
longe, intenso
não alcanço de jeito nenhum.
 
*
 
Como um lobo velho
eu deixo o resto
pra viver o que espero
há quem diga
sobre existência de algo maior
há eu
que acredito na leveza
sem dor
eternidade
a compaixão de existir o que difere
a diferença do que permanece
e vai embora quando acaba
quando acaba
tudo para.
Para porque sim
e sem explicação nenhuma
se resulta no próprio fim
o meu próprio mundo dos sonhos

 
Letícia Martinez, nasceu em 1997. Teme não ter vertentes diferentes, sendo dj, musicista, produtora e amante da loucura "cazuziana".
 

Nenhum comentário: