sexta-feira, 6 de julho de 2018

Três poemas de Nicanor Parra








Declaración de princípios

Me declaro católico ferviente
no comulgo con ruedas de carreta

me declaro discípulo de Marx
eso sí que me niego a arrodillarme

capitalista soy de nacimiento
loco por las perdices escabechadas

me declaro discípulo de Hitler
eso sí que rechazo las imitaciones

soy un agente clandestino soviético
no me confundan eso no con el Kremlin

en resumidas cuentas
................................... me declaro fanático total
eso sí que não me identifico con nada

la palavra Dios es una interjección
da lo mismo que exista o que no exista




Declaração de Princípios


Me declaro católico fervoroso
não comungo com rodas de charrete

me declaro discípulo de Marx
isso sim pois me nego a me ajoelhar

capitalista sou de nascença
louco por perdizes desossadas

me declaro discípulo de Hitler
isso sim pois recuso as imitações

sou um agente clandestino soviético
não me confundam isso não com Kremlin

no final das contas
.............................  me declaro fanático total
isso sim pois não me identifico com nada

a palavra Deus é uma interjeição
dá no mesmo que exista ou não exista






Como dice Marcuse

los estudiantes andan con el paso cambiado
hoy desvian un avión hacia Cuba
mañana asaltan un supermercado
- so pretexto de reunir fondos para la causa -
passado mañana secuestran un diplomático
¡por qué não secuestran a la puta que los parió!

no se puede negar que por el momento dominan el escenário

pero la astucia vencerá a la fuerza
porque como les venía diciendo
los ancianos decrépitos férreamente unidos
haremos ver elefantes azules a los señores jóvenes iconoclastas.



Como disse Marcuse

os estudantes andam muito mudados
hoje desviam um avião para Cuba
amanhã assaltam um supermercado
- sob pretexto de reunir fundos para a causa -
depois de amanhã sequestram um diplomata
por que não sequestram a puta que os pariu!?

não se pode negar que por enquanto dominam a cena

mas a astúcia vencerá a força
porque como vinha lhes dizendo
os velhos decrépitos ferrenhamente unidos
faremos ver elefantes azuis aos senhores jovens iconoclastas







No creo en la vía pacífica

no creo en la vía violenta
me gustaría creer
en algo - pero no creo
creer es creer en Dios
lo único que yo hago
es encogerme de hombros
perdónenme la franqueza
no creo ni en la Vía Láctea



Não creio na via pacífica

não creio na via violenta
gostaria de creer
em algo - mas não creio
crer é crer em Deus
o único que faço
é dar de ombros
me perdoem a franqueza
não creio nem na Via Láctea


Tradução_ Marcus Groza 

Nenhum comentário: